En VII 1 e EE I 6- Uma análise dos métodos

Dialektiké 1 (4):29-52 (2017)
  Copy   BIBTEX

Abstract

O presente artigo visa defender a tese de que há dois tipos diferentes de métodos nas éticas de Aristóteles. Costumeiramente, as prescrições metodológicas de EN VII 1 e EE I 6 são vistas como complementares, fazendo parte de um mesmo método que fora descrito por Barnes como o “método dos endoxa”. Esse método, claramente presente na prescrição da EN, consiste em estabelecer os phainomena, percorrer as aporias e provar o que for possível das opiniões reputadas. Contudo, o método que é prescrito em EE I 6 parte da noção de “passar do mais vago ao mais preciso” utilizando os phainomena como indícios e modelos. Defenderemos aqui que a noção de phainomena, embora apareça nas duas prescrições, tem papéis e escopos diferentes em cada um dos métodos, de onde surge sua diferença. Para isso, analisaremos a prescrição de EN VII 1 juntamente ao assim chamado “método dos endoxa”, em seguida partiremos para a análise da prescrição de EE I 6 e, por fim, analisaremos detalhadamente a diferença entre essas duas prescrições.

Links

PhilArchive



    Upload a copy of this work     Papers currently archived: 89,491

External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server

Through your library

Similar books and articles

Argumentación y Método en la Etica Eudemia.Héctor Zagal Arreguín - 1994 - Tópicos: Revista de Filosofía 7 (1):43-65.

Analytics

Added to PP
2019-05-18

Downloads
10 (#1,014,046)

6 months
2 (#644,763)

Historical graph of downloads
How can I increase my downloads?

Citations of this work

No citations found.

Add more citations

References found in this work

Phainomena in Aristotle's methodology.John J. Cleary - 1994 - International Journal of Philosophical Studies 2 (1):61 – 97.
Ethique à Eudème.[author unknown] - 1981 - Revue Philosophique de la France Et de l'Etranger 171 (2):265-266.

Add more references