Para um socratismo exemplar: Euclides de Mégara e a filosofia do Bem

Investigação Filosófica 10 (1):15 (2019)
  Copy   BIBTEX

Abstract

Pretendemos neste artigo apresentar uma aproximação crítica com relação à filosofia desenvolvida pelos chamados megáricos, em face sobretudo da figura de Euclides de Mégara como representante e líder dessa linhagem de pensamento. O enfoque será feito tendo em vista o tipo de filosofia exposta e praticada por Euclides, a partir das acusações que contra ela se fizeram denunciando-a como pura erística, ou seja, a disputa e o debate entre discursos com o único objetivo de obter vitória na argumentação. O que se constata em Euclides é a defesa da prática do debate com a finalidade de mostrar que o discurso é incapaz de dar conta da realidade, de um modo geral, e assim impossível de determinar, de um modo específico, o Ser e a Unidade que são a essência daquilo que organiza e move todas as coisas. Essa essência de ordem é desejável por ser boa, e o Bem se apresenta, assim, como fundamento da realidade. Os estudos sobre a tradição megárica dividem-se entre a influência dos eleatas e a influência de Sócrates. Faremos, desse modo, a defesa de que a filosofia de Euclides está afinada com o socratismo, conjugando de um modo exemplar aquilo que os eleatas haviam definido em relação ao Ser.

Links

PhilArchive



    Upload a copy of this work     Papers currently archived: 76,419

External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server

Through your library

Similar books and articles

O direito de ter para ser livre.Marly Carvalho Soares - 2011 - Conjectura: Filosofia E Educação 16 (1):46-68.
O problema da relação todo-partes na lógica da essência de Hegel.Federico Orsini - 2020 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 65 (1):e34836.
Recepção de Freud na filosofia de Herbert Marcuse.Rafael Cordeiro Silva - 2019 - Philósophos - Revista de Filosofia 24 (1).
A morte, musa da filosofia.Maria Lúcia Cacciola - 2007 - Cadernos de Filosofia Alemã 9:91-107.
A imaginação e sua verdade.Francisco Prata Gaspar - 2015 - Revista de Filosofia Aurora 27 (42):841.
Simone Weil: o sofrimento como pathos da Filosofia.Bortolo Valle - 2019 - Revista de Filosofia Aurora 31 (53).

Analytics

Added to PP
2020-08-12

Downloads
4 (#1,240,264)

6 months
1 (#452,962)

Historical graph of downloads
How can I increase my downloads?

Citations of this work

No citations found.

Add more citations

References found in this work

Socrates and the Socratic Schools.Eduard Zeller - 1868 - New York: Russell & Russell.
Megarian paradoxes as Eleatic arguments.Samuel C. Wheeler - 1983 - American Philosophical Quarterly 20 (3):287-295.
Les Mégariques, fragments et témoignages.R. Muller - 1987 - Revue Philosophique de la France Et de l'Etranger 177 (2):241-243.
On the Megarians.C. M. Gillespie - 1911 - Archiv für Geschichte der Philosophie 24 (2):218-241.

View all 6 references / Add more references