Authors
Nathalie de la Cadena
Universidade Federal de Juiz de Fora
Abstract
A questão dos universais permanece tema na filosofia tanto na ontologia como na epistemologia. Em Husserl, há universais particulares, o ‘X’ noemático, o idêntico, e universais stricto sensu, nomes universais atemporais. Neste artigo, apresento o tema conforme analisado por Husserl em Ideias I. Na primeira seção, descrevo a trajetória até os universais destacando o paralelismo entre noese e noema. Na segunda seção, traço o reflexo para a filosofia da linguagem também afetada pela correspondência noético-noemática. Na terceira e última seção, mostro como a investigação sobre os universais move-se apenas na esfera noemática, e concluo defendendo a possibilidade de partindo do ‘X’ noemático alcançar o universal em sentido estrito.
Keywords Husserl, fenomenologia, Ideias, universais.
Categories (categorize this paper)
Options
Edit this record
Mark as duplicate
Export citation
Find it on Scholar
Request removal from index
Translate to english
Revision history

Download options

PhilArchive copy

 PhilArchive page | Other versions
External links

Setup an account with your affiliations in order to access resources via your University's proxy server
Configure custom proxy (use this if your affiliation does not provide a proxy)
Through your library

References found in this work BETA

Add more references

Citations of this work BETA

No citations found.

Add more citations

Similar books and articles

Seria a redução fenomenológica husserliana tão radical?Ronaldo Manzi Filho - 2015 - Revista de Filosofia Moderna E Contemporânea 3 (1):143-157.
A Questão Dos Universais: Suarez E o Nominalismo.André Rangel Rios - 1998 - Veritas – Revista de Filosofia da Pucrs 43 (3):671.

Analytics

Added to PP index
2021-12-23

Total views
16 ( #662,278 of 2,498,167 )

Recent downloads (6 months)
16 ( #50,778 of 2,498,167 )

How can I increase my downloads?

Downloads

My notes